O presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Claudio Tapia, anunciou na noite desta quarta-feira que no final deste mês o torneio da primeira divisão vai iniciar-se após receber a aprovação do governo nacional para o regresso do futebol após mais de sete meses de inatividade devido à pandemia de covid-19.

“Para todos os dirigentes do futebol argentino é muito importante este regresso. Respeitamos muito as normas sanitárias, e sempre tivemos a mesmo posição, que o futebol voltaria quando as autoridades sanitárias ordenassem”, disse Tapia em entrevista à porta da Casa de Governo, em Buenos Aires, no final do encontro com representantes públicos.

“Todos precisávamos que o futebol (local) regressasse. Superámos vários testes como a Libertadores, nas Eliminatórias e nos amigáveis. Esse foi o pontapé inicial. Vamos paulatinamente realizar todos os torneios”, destacou o dirigente, após um paragem de cerca de 227 dias, em vigor desde 16 de março passado.

Tal como aconteceu nos jogos internacionais disputados na Argentina nas últimas quatro semanas, devido aos protocolos sanitários o torneio local será disputado sem a presença de público e resta definir como se vão deslocar as equipas para os vários jogos dentro do país.

A previsão é que o regresso oficial tenha lugar no dia 30 de outubro, data que coincide com os 60 anos de Diego Maradona (hoje técnico do Gimnasia e Esgrima La Plata).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.