O avançado internacional iraniano Mehrdad Mohammadi assinou hoje pelos cataris do Al-Arabi, abandonando o Desportivo das Aves, que desceu à II Liga de futebol e prepara-se para disputar o Campeonato de Portugal.

“Foi um ótimo ano no Aves. Senti-me em casa e fiz o que pude para ajudar o clube. Desejo o melhor para eles, pois aquela instituição merece muito mais que isto”, lê-se numa mensagem de despedida publicada pelo dianteiro nas redes sociais.

Mehrdad Mohammadi, de 26 anos, apontou oito golos em 29 encontros pelo emblema do concelho de Santo Tirso, onde chegou há um ano, proveniente do Sepahan, depois de ter representado outros clubes iranianos, como Oghab e Rah Ahan.

O avançado evitou uma rescisão unilateral, a par do defesa polaco Adam Dzwigala e do médio brasileiro Cláudio Falcão, ao contrário de 15 jogadores e das equipas técnicas dos plantéis principal e sub-23, na sequência de uma temporada afetada por sucessivos incumprimentos salariais e finalizada com a descida à II Liga.

A SAD liderada pelo chinês Wei Zhao falhou os requisitos de licenciamento das provas profissionais de 2020/21 junto da Liga de clubes, mas dispensou o recurso para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), acatando um desfecho que determinará a despromoção por via administrativa ao Campeonato de Portugal.

A administração assumiu estar a preparar uma equipa para disputar o terceiro escalão nacional, embora a direção do clube, presidida por António Freitas, tenha comunicado em 23 de agosto que solicitou uma reunião “com caráter de urgência” junto da FPF e ainda desconhece em que divisão vai competir o Desportivo das Aves na próxima temporada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.