Bruno Guimarães poderia nesta altura ser jogador do Benfica. Corria o mercado de transferências de inverno de 2020 e o médio do Athletico Paranaense era um dos eleitos para reforçar o meio-campo na altura da equipa de Bruno Lage.

A verdade é que o negócio caiu e o jogador seguiu para o Lyon a troco de 20 milhões de euros, uma situação agora clarificada por Tiago Nunes, técnico que nessa temporada comandava o clube brasileiro.

"Lembro-me que, quando o tinha no Athletico Paranaense, o Benfica perguntou-me se tinha nível e disse-lhes que não. Que tinha nível para jogar no Barcelona, no Real Madrid e até em Marte, se quisesse. Mas eles não o contrataram, e ele foi, primeiro, para França, e depois, para Inglaterra", contou numa entrevista ao jornal catalão 'Sport'.

Tiago Nunes também traçou o perfil do jogador que agora brilha na Premier League.

"É um médio muito completo, que parece ter quatro olhos. Joga com uma câmara em cima da cabeça, tem uma visão de 360 graus", acrescentou.

Depois da passagem pelo Lyon, Bruno Guimarães seguiu para o Newcastle a troco de 42 milhões de euros. O médio internacional brasileiro de 24 anos já somou cinco jogos esta temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.