Os jogos da Liga dos Campeões asiática de futebol que incluem equipas chinesas, como o Shanghai SIPG, do técnico português Vitor Pereira, foram adiados devido à epidemia do novo coronavírus, anunciou esta terça-feira a confederação asiática (AFC).

Os encontros da primeira volta da fase de grupos de Beijing Guoan, Guangzhou Evergrande, Shanghai SIPG e Shanghai Shenhua, inicialmente agendados para fevereiro e março, foram quase todos adiados para abril e maio.

Por essa razão, a fase dos oitavos de final da maior competição asiática de clubes também terá de passar de maio para junho.

A única exceção acontece no Grupo E, com a deslocação do Beijing Guoan à Tailândia para defrontar o Chiangrai United, a 18 de fevereiro, já que a formação chinesa formou um campo de treino na Coreia do Sul e poderá não necessitar de medidas de quarentena.

No apuramento para a fase de grupos da ‘Champions’ asiática, o Shanghai SIPG, de Vítor Pereira, já tinha recebido os tailandeses do Buriram United à porta fechada.

A China elevou para 426 mortos e mais de 20.400 infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado em dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro), colocada sob quarentena.

Foram 64 as mortes na China registadas nas últimas 24 horas, segundo as autoridades de Pequim.

A primeira pessoa a morrer por causa do novo coronavírus fora da China foi um cidadão chinês nas Filipinas.

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há mais casos de infeção confirmados em 24 outros países.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional, o que pressupõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.