A Autoridade Tributária (AT) estará a investigar a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e o contrato existente entre a mesma e a equipa técnica liderada pelo selecionador nacional Fernando Santos.

Quem o está a avançar é o Correio da Manhã, que refere que a investigação liderada pela Direção de Serviços de Investigação da Fraude e Ações Especiais (DSIFAE) nasce da recolha de várias informações em vários clubes da I Liga e nas próprias instalações da FPF, as quais levaram à abertura de cinco megainquéritos junto do Ministério Público.

Em relação a Fernando Santos, em causa estará o facto de ter sido uma sociedade com sede fiscal em Cascais a ter assinado o contrato da equipa técnica com a Federação, acrescenta aquele órgão de comunicação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.