O Benfica venceu esta quinta-feira o Neuchâtel Xamax FCS por 2-0 no primeiro jogo de pré-temporada dos tetracampeões nacionais. Jonas abriu o marcador de grande penalidade e Seferovic correspondeu da melhor forma à titularidade com um golo na primeira ocasião que dispôs na área do Neuchâtel.

Frente ao conjunto da segunda divisão suíça, Rui Vitória apostou em dois reforços no onze titular. Seferovic e Chrien começaram de início com Júlio César na baliza e um quarteto defensivo constituído por André Almeida, Jardel, Rúben Dias e Hermes. No meio-campo, o Benfica apresentou-se com Filipe Augusto e Chrien enquanto que na frente de ataque Jonas e Seferovic foram as referências para Cervi e Diogo Gonçalves.

Numa primeira parte bem disputada, o Benfica adiantou-se no marcador logo aos 4 minutos de jogo por intermédio de Jonas Gonçalves. O número 10 do Benfica sofreu uma grande penalidade e chamado à conversão bateu colocado para o interior da baliza defendida por Laurent Walthert.

Com Diogo Gonçalves a dar bons indicadores na ala direita, o Benfica mostrou alguma dinâmica e velocidade frente à formação helvética que acabaria por sofrer o segundo golo aos 18 minutos por intermédio de Seferovic. O avançado suíço do Benfica recebeu um passe de Jonas e na primeira ocasião de golo que teve no jogo atirou cruzado sem hipóteses de defesa para Laurent Walthert.

Até ao final da primeira parte, Cervi poderia ter dilatado o marcador, mas os jogadores do Neuchâtel Xamax FCS acabaram por conseguir afastar o perigo da sua área. Destaque ainda para uma bola na trave de Diogo Gonçalves após um cruzamento-remate que enganou a defesa adversária.

No segundo tempo, Rui Vitória fez cinco substituições na equipa do Benfica. Paulo Lopes substituiu Júlio César na baliza encarnada enquanto que Lisandro López entrou para o lugar de Rúben Dias no centro da defesa com André Almeida a ceder o lugar no lado direito a Pedro Pereira.

No meio-campo, Filipe Augusto cedeu o lugar a Fejsa enquanto que Cervi já não regressou para o segundo tempo. Para o lugar do extremo argentino, Rui Vitória lançou Rafa no jogo mantendo Jonas e Seferovic na frente de ataque.

Depois de uma primeira parte bem disputada, o Neuchâtel Xamax FCS entrou mais acutilante diante do conjunto encarnado e tentou criar perigo através de lances de bola parada. Aos 57 minutos, a equipa helvética despediçou uma excelente ocasião de golo com Max Veloso a rematar dentro da área de Paulo Lopes muito forte, mas o esférico acabou por 'rasar' na barra e sair para fora.

Aos 61 minutos, Rui Vitória deu instruções para nova série de substituições com a entrada em jogo de Chris Willock, André Horta, Carrillo, Kalaica e Arango. O jogo baixou de ritmo com as substituições e as ocasiões de golo escassearam no segundo tempo com excepção para um grande lance de Rafa. Aos 80 minutos, o número 27 do Benfica conseguiu surgir isolado frente ao guarda-redes do Neuchâtel Xamax FCS, mas tentou o passe para Arango. O colombiano muito pressionado por um adversário acabou por atirar para o lado no último lance de perigo do jogo.

O encontro frente aos suíços está integrado no torneio Uhrencup 2017, tendo os 'encarnados' agendado ainda novo embate com outra equipa suíça, o Young Boys, no sábado.

Recorde as principais incidências do jogo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.