A final da Taça da Liga dará em 25 de janeiro ‘palco’, em Braga, aos Special Olympics, no seguimento de um protocolo assinado entre este movimento e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

“O futebol tem esta vantagem da promoção de tudo aquilo a que se liga (…). Tem o lado bom da solidariedade, estes jovens que praticam desporto nos Special Olympics também sabem a importância e gostam de futebol”, sublinhou hoje Dias Ferreira, presidente do Special Olympics.

O movimento, que inclui atletas com deficiência intelectual, tem em Portugal Dias Ferreira como presidente, Eduardo Barroso como presidente da Assembleia Geral, e Fernando Seara no Conselho Fiscal, elementos há muito ligados também ao futebol.

Hoje, o movimento assinou um protocolo com a Liga (LPFP), que levará a Braga e à final da Taça da Liga muitos desses jovens.

“Vamos arranjar uma maneira que todos eles possam viver esse momento muito importante”, acrescentou Dias Ferreira, explicando que o intuito do protocolo hoje assinado é a visibilidade, é dar “uma maior notoriedade” aos Special Olympics.

Do lado da Liga, o presidente do organismo, Pedro Proença, lembrou que a parceria está associada à Fundação da Liga Portugal, e assinalou que este memorando visa projetar o movimento através do futebol.

“Terá o seu momento alto durante a ‘final four’, no dia 25 de janeiro [final da Taça da Liga] faremos uma grande cerimónia com a Special Olympics. As pessoas têm que conhecer o trabalho absolutamente extraordinário desta organização”, disse o responsável da LPFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.