Luka Modric venceu pela primeira vez o prémio de melhor jogador a atuar na Europa durante a temporada anterior. O médio croata tinha como opositores o português Cristiano Ronaldo e o egípcio Mohamed Salah.

Como principais argumentos para a conquista do troféu, Modric, de 32 anos, jogador do Real Madrid, tinha a conquista da Liga dos Campeões ao lado de Cristiano Ronaldo, reforçada pela final do Mundial da Rússia, onde perdeu para a França, apesar de ser considerado o melhor jogador da competição.

Presente no Mundial 2018, na Rússia, Ronaldo caiu com a seleção portuguesa nos oitavos de final perante o Uruguai (2-1), mas deixou a sua marca na lista de melhores marcadores ao apontar quatro golos. Apesar de também ter vencido a Liga dos Campeões, não foi o suficiente para trazer o quarto prémio de melhor jogador para casa.

Fora dos três finalistas ficou o campeão do mundo Griezmann (Atlético de Madrid), que ficou em quarto, e Messi (FC Barcelona) em quinto, recolhendo 72 e 55 pontos, respetivamente. Kylian Mbappé (PSG), que também festejou o título mundial, foi com sexto, com 43 pontos, à frente do belga Kevin De Bruyne (Manchester City), com 28, e de outro francês, Raphael Varane (Real Madrid), com 23.

A fechar os 10 primeiros, ficaram o belga Eden Hazard (Chelsea), com 15, e o espanhol Sergio Ramos (Real Madrid), com 12.

A votação foi feita por um júri composto por 80 treinadores, de clubes que participaram nas fases de grupos da Liga dos Campeões (32) e Liga Europa (48), e 55 jornalistas de publicações associadas à European Sports Media (ESM), representando cada um dos países membros da UEFA.

Os elementos do júri escolhem, cada um, três jogadores, atribuindo cinco pontos ao primeiro, três ao segundo e um ao terceiro. Os treinadores não podem votar em jogadores da sua equipa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.