O jogador assumiu que fez a escolha certa quando decidiu começar a jogar no clube do Minho.

«Estou muito feliz, isso demonstra que a escolha de vir para cá foi a escolha certa», disse.

«Hoje todos estão de parabéns porque todo mundo lutou e se entregou e no final tivemos uma alegria muito grande que é chegar as meias-finais», declarou Artur, realçando os próximos dois jogos com o Benfica, «uma grande equipa».

O guarde-redes não escondeu que teve «quatro meses muito difíceis» dentro do Braga.

«Não foi fácil ter a cabeça no lugar,saber suportar e acreditar que a minha hora ia chegar», explicou.

Sobre o interesse de outros clubes, Artur desviou o assunto, referindo que está «extremamente concentrado» em terminar a época no Braga e depois do dia 18 de Maio ver o que será melhor para a sua carreira.

Esta quinta-feira à noite, a equipa minhota deixou de ser “Enorme” para se tornar “Gigante” ao empatar a zero na segunda mão da Liga Europa, beneficiando do empate a um golo em Kiev da semana passada. Guerreiros do Minho juntam-se aos portugueses FC Porto e Benfica e aos espanhóis do Villarreal nas meias-finais da prova europeia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.