O Wolverhampton, orientado pelo treinador português Nuno Espírito Santo, foi hoje a casa do Sheffield Wednesday, do ‘Championship’ (segundo escalão), vencer por 2-0 e garantir a qualificação para os 16 avos da Taça da Liga inglesa de futebol.

O técnico português decidiu poupar as principais figuras do plantel, depois do empate a um golo no último sábado frente ao Manchester City, em casa, na terceira jornada da liga inglesa, nomeadamente os internacionais lusos Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Diogo Jota, que nem sequer foram convocados.

Além dos quatro portugueses, Nuno Espírito Santo deu descanso ao central Willy Boly, ex-FC Porto, e ao ponta de lança mexicano Raúl Jimenez, emprestado pelo Benfica.

A aposta numa equipa com vários reservistas abriu uma vaga para Rúben Vinagre, recente campeão europeu de sub-19 por Portugal, no lado esquerdo da defesa, tendo jogado os 90 minutos.

Os ‘Wolves’ abriram o marcador aos 53 minutos, por Léo Bonatini, antigo avançado do Estoril Praia, e fecharam a contagem pelo português Hélder Costa, aos 85 minutos, na execução de um penálti.

Helder Costa só foi lançado em campo aos 72 minutos, a render o seu colega Gibbs-White, bem como o seu compatriota Pedro Gonçalves, jogador da equipa sub-23 do Wolwerhampton, que entrou aos 62 minutos, a render o jovem escocês Elliot Watt.

Nos restantes jogos de hoje, todas as equipas da ‘Premier League’, com exceção do Cardiff e do Huddersfield, seguiram em frente, como foi o caso do Crystal Palace, do West Ham, do Bournemouth, do Leicester, do Southampton e do Fulham, além do Wolwerhampton.

O Cardiff foi eliminado em casa por uma equipa do ‘Championship’, o Norwich, ao ser derrotado por 3-1, mas esteve a perder por 3-0 devido aos golos do médio alemão Dennis Srbeny, aos 26 e 64 minutos, e do médio inglês James Aarons, tendo reduzido aos 77, pelo defesa gabonês Bruno Ecuele.

Já o ‘carrasco’ do Huddersfield foi o Stoke City, equipa que desceu a época passada ao ‘Championship’, e que se impôs em casa por 2-0, com golos de Saido Berahino e do holandês Juninho Bacuna, aos 53 e 90+7 minutos.

No único jogo desta fase da Taça da Liga que opôs duas equipas da ‘Premier League’, o Southampton foi vencer ao terreno do Brigthon por 1-0, garças ao golo do avançado Charlie Austin, aos 88 minutos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.