Longe dos relvados desde 25 de fevereiro, quando se lesionou no jogo entre o Paris Saint-Germain e o Marselha, Neymar não esconde a ansiedade pelo regresso e afirmou nesta terça-feira que espera voltar ainda melhor.

"Vamos ter tempo suficiente para chegar bem ao Mundial e preparar-me. É mau estar lesionado, mas estou mais descansado, esse é o lado bom. Quero voltar melhor do que estava e vou ter tempo suficiente para me preparar", disse o craque num evento em São Paulo.

Ainda de muletas e com o pé direito imobilizado, Neymar revelou que está a fazer exames periódicos e que o derradeiro deles deverá ser realizado daqui a exatamente um mês.

"Ainda não há uma previsão exata para eu voltar a jogar, mas a última consulta está marcada para 17 de maio, se não me engano, e então já devo estar apto. Quero voltar a pisar os relvados o mais rápido possível", declarou.

Neymar fraturou o quinto metatarso do pé direito e passou por uma cirurgia no início do último mês. Desde então encontra-se a fazer trabalho de recuperação no Brasil.

"Existe uma coisa maior, que é a saúde, e pretendo chegar muito bem [à Rússia]. Estou a fazer o meu tratamento todos os dias. É um sonho que está muito perto, esperei quatro anos por esta oportunidade. Está perto, e vou chegar bem", destacou. "Espero não ver o Mundial pela televisão", completou, em tom de brincadeira.

Questionado sobre os jogadores que se podem destacar no Mundial deste ano, o brasileiro deixou de fora o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi, que nos últimos dez anos dominaram o prémio da FIFA de melhor do mundo.

"(Philippe) Coutinho e (Gabriel) Jesus são jogadores que, para mim, farão a diferença. Espero que façam. Salah é um jogador que não está numa seleção de nome, mas pode fazer um bom Campeonato do Mundo. E há outros jogadores, como Hazard e De Bruyne, que são jogadores de muita qualidade. Suárez também", opinou o camisa 10, que não fugiu do favoritismo.

"Fico feliz por fazer parte de uma seleção como a nossa. A meu ver, é a mais forte, tem qualidade para vencer", salientou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.