A presença da seleção húngara em Lisboa, por ocasião do jogo de qualificação para o Mundial 2018, entre Portugal e a congénere da Hungria, fez recordar um dos nomes mais acarinhados do universo benfiquista: Miklos Fehér.

E Nuno Gomes, que conviveu com o avançado húngaro, falecido tragicamente em campo no ano de 2004, foi uma das vozes que fez questão de prestar homenagem ao jogador.

"O Miki, como nós o tratávamos, será sempre recordado por nós, constantemente. Era um exemplo de profissional que nós tivemos no Benfica, uma pessoa adorável que todos os colegas gostavam muito. Foi uma grande tragédia na altura e vai continuar sempre nos nossos corações porque era uma pessoa formidável, um atleta muito profissional e um exemplo para os mais jovens", afirmou o atual diretor de formação do Benfica, que admitiu a saudade imensa que tem do colega, com quem partilhou o balneário durante época e meia.

O Estádio da Luz, mais concretamente, o busto de Miklos Fehér foi alvo de um tributo por parte da seleção húngara, que prestou uma homenagem ao falecido jogador.

Recorde-se que Fehér faleceu de forma súbita num jogo entre o Benfica e o Vitória de Guimarães, na 'Cidade Berço', em 2004.

Veja o vídeo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.