De acordo com o jornal espanhol Marca, o Real Madrid parece ter aberto uma guerra com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por Ronaldo. O clube não quer ver o avançado português correr qualquer risco na recuperação da lesão no tornozelo direito e garante que Ronaldo está de “baixa médica”.

Apesar do seleccionador nacional ter assegurado que o capitão de Portugal seria convocado, os merengues mostram-se inflexíveis na vontade de não libertar o atleta, prepararando assim os necessários relatórios médicos que comprovem a sua indisponibilidade.

Com efeito, Jorge Valdano já manifestou a posição do clube espanhol. “Podem chamar quem quiserem, mas Ronaldo está de baixa médica. São os médicos e o senso comum que impedem Ronaldo de jogar por Portugal. Se ele estivesse bem já teria jogado pelo Real Madrid”, frisou o director geral dos merengues.

A possibilidade de uma queixa à FIFA caso se confirme a convocatória e eventual utilização na selecção portuguesa está em estudo pelo Real Madrid.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.