Luiz Felipe Scolari é conhecido por surpreender nas convocatórias que faz deixando por vezes nomes consagrados de fora das suas escolhas. Esta terça-feira não foi diferente.

Quando revelou os nomes dos atletas que estarão presentes na Taça das Confederações, o burburinho subiu na sala quando se percebeu que nem Ronaldinho Gaúcho nem Kaká estavam entre os eleitos, para não falar ainda de Ramires e Alexandre Pato.

Na conferência de imprensa, Scolari não falou de quem não convocou, regra à qual sempre nos habituou, mas deu o exemplo da escolha de Costinha, quando treinava a seleção portuguesa, para justificar a lista de hoje.

«Muitas vezes o treinador é contestado pela escolha de A, B ou C. Na seleção portuguesa eu era contestado porque escolhia o Costinha para o meio campo. Só que o Costinha dava-me tudo o que precisava de um médio. Ele fazia tudo aquilo que um médio tinha de fazer e dava tranquilidade ao resto dos jogadores do meio de campo e do ataque. Mesmo assim eu era contestado, mas a validade desta escolha para a equipa era maior do que qualquer outra coisa».

A Taça das Confederações decorrerá no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho. Para além de Brasil, estarão presentes as seleções de Espanha, Itália, Japão, Haiti, Nigéria, Uruguai e México. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.