Vários colegas de equipa de Christian Atsu, entre os quais o português Rúben Ribeiro, lamentaram hoje a morte do futebolista internacional ganês, cujo corpo foi encontrado sob os escombros do edifício onde vivia, em Hatay, na Turquia.

“Descansa em paz irmão”, escreveu na conta oficial no Instagram, em inglês, o médio Rúben Ribeiro, atual jogador do Hatayspor, equipa da Liga turca na qual alinhava o avançado ganês.

Atsu, de 31 anos, foi encontrado morto sob os escombros do edifício onde vivia, em Hatay, sul da Turquia, na sequência do sismo de 06 de fevereiro, que afetou também a Síria, anunciou hoje o seu agente.

“Entre nós, aqueles últimos dias de FC Porto, em que você me pediu uma camisa de recordação dizendo: ‘Quando eu for pai, contarei para meus filhos que um dia joguei com Danilo’. Já agora digo, você era inspiração mesmo sem saber. Contarei eu para os meus filhos que joguei e conheci tal ser humano como você. Bom descanso irmão”, escreveu o defesa brasileiro Danilo.

Além de Danilo, também o brasileiro Kelvin, outro antigo colega de Atsu no FC Porto – no qual o ganês se sagrou campeão nacional e venceu uma Supertaça portuguesa -, prestou homenagem ao jogador, através de uma mensagem publicada no Instagram.

“Difícil encontrar palavras para me despedir de você, meu amigo! Já tem alguns dias que estamos orando por você e por outras pessoas envolvidas nessa tragédia, e não estavam sendo dias fáceis. E hoje recebemos a triste notícia que você se foi. Eu tinha muita fé que você ainda estava vivo, por conhecer a sua força física e principalmente a sua força espiritual”, lamentou Kelvin.

O jogador ganês, que também jogou no Rio Ave, por empréstimo do FC Porto, alinhou depois, sucessivamente, no Vitesse (Países Baixos), Everton, Bournemouth (ambos de Inglaterra), Málaga (Espanha), Newcastle (Inglaterra), Al Raed (Arábia Saudita) e Hatayspor (Turquia).

A embaixada do Gana na Turquia e a Federação de Futebol do Gana alegaram, inicialmente, que o avançado havia sido encontrado vivo, mas, posteriormente, provou-se que a informação era falsa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.