O defesa internacional belga Vicent Kompany anunciou hoje o fim da sua carreira, aos 34 anos, para se dedicar exclusivamente a treinar o clube de futebol Anderlecht, substituindo Franky Vercauteren.

“Quero estar totalmente envolvido na minha função de treinador e preciso 100% do meu tempo para me concentrar nesta função", justificou o atleta.

Oriundo do Manchester City, Kompany regressou em 2019 ao clube no qual se formou, o Anderlecht, mais bem-sucedido da Bélgica com 34 títulos de campeão, uma Taça UEFA e duas taças das Taças e Supertaças europeias. O jogador acumulou as funções de jogador e de membro da equipa técnica, que, a partir de outubro, teve Vercauteren como principal responsável.

A imprensa belga noticiou regularmente relações tensas entre ambos, alegadamente com Vercauteren, que orientou o Sporting entre outubro de 2012 e janeiro de 2013, cansado de ficar na sombra de Kompany, que, supostamente, era o verdadeiro líder da política desportiva do clube.

"Quero ficar no clube por pelo menos quatro temporadas e provar que o Anderlecht pode jogar um futebol moderno, com resultados”, disse Kompany, que terá assumido o fim do futebol igualmente devido às repetidas lesões.

Kompany foi campeão pelo Anderlecth em 2004 e 2005, ganhou a Taça Intertoto pelo Hamburgo em 2007 e foi campeão em Inglaterra pelo Manchester City em 2013, 2014, 2018 e 2019.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.