Gabriel Barbosa estava aparentemente fora da partida frente ao Internacional - estava fora dos convocados - mas acabou por integrar os eleitos (divulgados na véspera) e acabar por jogar na partida das Libertadores. Vitória dos 'cariocas' por 2-0.

Ora, JJ justificou a utlização com o facto do jogador ter recuperado durante o dia e de a equipa ainda ter treinado no dia do jogo.

Mas quem não gostou deste 'volte-face' foi o presidente do internacional Roberto Melo.

"Achei que isto já estava ultrapassado no futebol, que não existia mais, mas estamos vendo que, para os treinadores brasileiros, talvez seja uma novidade importada lá da Europa. Mas não foi isso que decidiu o jogo, não passou por aí. As pessoas usam as estratégias que acham melhor para a sua equipa", afirmou o dirigente.

Petkovic, antigo jogador e agora comentador, também afinou pelo mesmo diapasão.

"Pra quê isso? Hoje em dia, não há necessidade", afirmou o sérvio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.