O futebolista brasileiro do Benfica Everton ‘Cebolinha’ denunciou hoje o roubo de três camisolas de “valor sentimental inexplicável”, apelando “encarecidamente” aos ladrões que as devolvam.

“Partiram os quadros onde estavam penduradas e só levaram as camisolas”, escreveu o atleta nas redes sociais, dando conta do furto em casa do seu pai, em Eusébio, na zona metropolitana de Fortaleza, no Nordeste.

O equipamento roubado incluía a camisola da final da Taça do Brasil pelo Grémio, a da apresentação no Benfica e a da final da Copa América 2019 que venceu pelo Brasil, num torneio no qual foi dos melhores marcadores.

“Peço encarecidamente que me devolvam as camisolas, pois representam momentos únicos na minha vida”, apelou o atleta que se encontra ao serviço da ‘canarinha’ na Copa América, que decorre no Brasil, apesar do forte impacto da pandemia da covid-19.

No início do mês, Mário Jardel ficou sem as botas de ouro conquistadas na Europa, entre outros troféus individuais que conseguiu pelo FC Porto, Sporting e Galatasaray da Turquia.

No caso de Jardel, igualmente assaltado em Fortaleza, a história acabou bem, pois dias depois a polícia deteve um suspeito e conseguiu recuperar os objetos furtados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.