O Brasil vai enfrentar a Colômbia num jogo particular, agendado para o final de janeiro de 2017, com as verbas a reverterem para as vítimas do acidente aéreo que matou a maioria dos futebolistas e staff da Chapecoense.

Um porta-voz da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), citado pela AP, indicou que o palco do amigável entre Brasil e Colômbia será decidido pela direção da equipa brasileira e que o valor da bilheteira reverterá a favor das famílias das vítimas.

Antes, já o presidente em exercício da Chapecoense, Ivan Tozzo, tinha informado que a CBF iria doar cinco milhões de reais (cerca de 1,356 milhões de euros) ao clube, que tem 50 mil novas solicitações para sócios.

Quanto ao palco do jogo particular, Tozzo referiu que tanto poderia ser na Arena Condá, em Chapecó, como no Maracanã.

A 29 de novembro, a queda do avião da companhia Lamia causou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores da Chapecoense (19), dirigentes e jornalistas que acompanhavam a equipa, que se preparava para disputar a primeira mão da final da Taça Sul-americana com os colombianos do Atlético Nacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.