O guarda-redes da Chapecoense Jackson Follmann, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo que matou 71 pessoas, chegou este sábado à localidade brasileira de Chapecó, onde irá continuar a sua recuperação no hospital Unimed.

Follmann, que teve a perna direita parcialmente amputada devido ao acidente, foi recebido com aparato no pequeno aeroporto Serafim Bertas, com duas mangueiras a formarem um arco de água para dar as boas-vindas ao avião que transportava o futebolista.

Em Chapecó, Jackson Follmann irá prosseguir com a sua recuperação, não havendo, por agora, previsão de quando poderá receber alta médica.

“A transferência só foi possível por se tratar de um processo de hospital para hospital, o que preserva a segurança do paciente”, sublinharam fontes do hospital Albert Einstein de São Paulo, onde o guarda-redes permanecia internado desde o seu regresso ao Brasil, na terça-feira.

Além de perder parte da perna direita, Follmann sofreu uma fratura numa vértebra da cervical que precisou de uma cirurgia delicada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.