O guarda-redes brasileiro, emprestado pelo Sporting à Chapecoense, esteve ontem no Estádio do clube catarinense na homenagem sentida que foi feita às vítimas do acidente de avião.

Marcelo Boeck lembrou, em declarações à RTP, uma conversa que teve com a mulher: “Ela falou para mim Marcelo se fosse há três meses atrás quando você era titular, hoje eu estaria dando a pior noticia aos nossos filhos”.

O guardião refere ainda que agora “o futebol é o segundo plano” e que agora o que “vale é a vida”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.