Ricardo Gomes foi apresentado esta segunda-feira como treinador do Botafogo. Esta conferência de imprensa acabou por ter um significado especial, uma vez que o brasileiro não treinava desde 28 de agosto de 2011, altura em que sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) enquanto treinador do Vasco da Gama durante um jogo com o Flamengo.

“Estou muito feliz por voltar a fazer o que gosto. Claro que não recuperei cem por cento a parte física. Recuperei a parte motora, mas não a mobilidade. Vocês vão ver alguma sequela, mas estou totalmente liberado de saúde. Falei para eles que o stress vai acontecer, mas não tenho nenhuma contra-indicação, falei com os jogadores e agora para vocês (imprensa) também. Estou liberado para críticas”, disse de forma sorridente.

Ricardo Gomes herda um Botafogo no primeiro lugar da série B, segunda divisão brasileira, e coloca como objetivo a subida à série A.

“Minha preocupação maior é fazer o Botafogo voltar ao lugar de onde nunca deveria ter saído. Quero ajudar essa turma boa que conheci, comissão técnica e jogadores, a retornar à Série A”, explicou.

Enquanto jogador, Ricardo Gomes passou pelo Benfica em duas ocasiões, primeiro entre 1988 e 1991, e depois em 1995/96, tendo sido o primeiro capitão de equipa estrangeiro nos encarnados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.