Depois de anunciar o seu regresso ao futebol para representar o Mogi Mirim, clube ao qual preside, Rivaldo passou nos testes médicos e viu ser aprovada esta sua decisão.

O jogador foi alvo de um teste de esforço, força e percentagem de gordura, e os resultados surpreenderam o fisiologista Ricardo Melo.

“Para um atleta que está parado há 15 meses, os números são surpreendentes, o que mostra que ele ainda mantém a sua performance de profissional. Vai precisar apenas ganhar um pouco de massa muscular”, declarou esta terça-feira.

Rivaldo decidiu voltar a jogar futebol de modo a ajudar o Mogi Mirim a sair da complicada situação em que se encontra.

O clube paulista ocupa o último lugar da série B, segunda divisão do Brasil, com apenas três pontos somados em oito jogos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.