Três derrotas consecutivas (Internacional, Fluminense e Grêmio) foram a gota de água para que a direção do Santos decidisse voltar a colocar Marcelo Fernandes como adjunto e estar nesta altura à procura de um novo técnico. A decisão foi tomada numa reunião da direção do peixe que decorre esta segunda-feira.

Neste momento, o presidente Modesto Roma tem três nomes em cima da mesa: Jorge Sampaoli (selecionador chileno), Dorival Júnior e Doriva.

O Santos ocupa nesta altura o 17.º lugar do campeonato brasileiro com 10 pontos, o primeiro lugar da zona de despromoção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.