O Vasco da Gama, treinado pelo português Sá Pinto, empatou 0-0, na quinta-feira, na receção ao Fortaleza, em jogo em atraso da 16.ª jornada do campeonato brasileiro de futebol e saiu da zona de despromoção.

A equipa de Sá Pinto apresentou-se com uma baixa de última hora, o argentino Martín Benitez, que testou positivo para o novo coronavírus, juntando-se assim aos colegas Ulisses, Ribamar, Matheus Miranda, Carlinhos, Tiago Reis e Filipe Bastos, todos infetados devido a um surto que afeta o plantel vascaíno.

Sem poder contar à última hora com Benítez, o 'play-maker' da equipa, Sá Pinto teve de improvisar e a verdade é que o Vasco revelou sempre grandes dificuldades nas saídas de bola, perdendo-a vezes demais face à pressão dos jogadores do Fortaleza, e quando conseguia ultrapassar essa primeira linha de pressão, não tinha quem pegasse no jogo a meio-campo.

Valeu a Sá Pinto, que apresentou um onze em 3x4x2x1, com três centrais, a consistência defensiva para segurar um ponto em função da superioridade do Fortaleza, que mostrou ser uma equipa mais organizada e com processos de jogo solidificados e que esteve sempre mais perto de ganhar o jogo do que o Vasco da Gama.

Com este empate, o Vasco saiu da zona de despromoção, passando a somar 23 pontos, em 16.º lugar, enquanto o Fortaleza segue em 12.º, com 25 pontos, numa altura em que o Atlético Mineiro lidera o 'Brasileirão' com 38 pontos, seguido por três equipas, todas com 36 pontos, Internacional, São Paulo e Flamengo, por esta ordem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.