O treinador Hermann Gerland, adjunto de Hansi Flick e uma espécie de eminência parda no Bayern Munique, vai abandonar o ‘crónico’ campeão alemão de futebol, após 20 anos ao serviço do clube bávaro.

Gerland, de 66 anos, que trabalhou na sombra dos treinadores Louis Van Gaal, Jupp Heynckes, Pep Guardiola, Carlo Ancelotti, Niko Kovac e Hansi Flick – este último também de saída do Bayern -, anunciou a decisão em entrevista à revista desportiva alemã Kicker.

O técnico protagonizou uma primeira passagem pelo Bayern entre 1990 e 1995, regressando a Munique em 2001 e desempenhando várias funções no clube bávaro, com destaque para a última década, em que foi adjunto de alguns dos principais treinadores mundiais.

A saída de Gerland, que ajudou o Bayern a conquistar os últimos nove títulos seguidos de campeão alemão, bem como a Liga dos Campeões em 2013 e 2020 (a última no Estádio da Luz, em Lisboa), junta-se à de Flick, que será substituído por Julian Nagelsmann, atual treinador do Leipzig.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.