Guerra aberta entre o Bayern Munique e a Federação Francesa de Futebol (FFF). O emblema bávaro anunciou hoje que recusa libertar Franck Ribéry para uma inquirição da FFF sobre os incidentes ocorridos durante o último Campeonato do Mundo, onde Evra, Anelka, Toulalan e Abidal também são visados.

A FFF quer ouvir o extremo a 17 de Agosto, um dia depois do jogo da Taça da Alemanha e apenas três dias antes do primeiro compromisso dos bávaros para a Bundesliga, diante do Wolfsburgo.

"Este requerimento não foi acordado com o Bayern Munique e de acordo com os estatutos da FIFA o clube não é obrigado a libertar o jogador fora das datas designadas no calendário internacional", afirmou Karl-Heinz Rummenigge.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.