A equipa do Hertha Berlim, 15.ª classificada Liga alemã de futebol, e elementos da direção vão cumprir uma quarentena de 14 dias, devido a vários casos positivos para o novo coronavírus, anunciou hoje o clube.

A seis jornadas do final do campeonato, o Hertha, a lutar pela manutenção, solicitou, ao abrigo do protocolo de saúde, o adiamento dos jogos com o Mainz, o Friburgo e o Schalke 04, uma pretensão já confirmada pela Bundesliga, que remeteu para a próxima semana o anúncio das novas datas dos encontros.

Na quinta-feira, o clube anunciou que a equipa iria ficar isolada nas próximas duas semanas devido ao aparecimento de três casos positivos para o novo coronavírus, entre os quais o técnico Pál Dardai e dois jogadores.

O aparecimento de um quarto caso, hoje, em mais um jogador do plantel, levou à decisão de colocar toda a equipa em quarentena.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.974.651 mortos no mundo, resultantes de mais de 138,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.