O Borussia Dortmund reforçou hoje a liderança na Bundesliga, ao vencer em casa por 4-1 o Hanôver, onde joga o português Sérgio Pinto, em jogo da 28.ª jornada da Liga alemã de futebol.

Com esta vitória, o Dortmund, líder com 65 pontos, conserva sete pontos de vantagem sobre o seu adversário mais directo, o Bayer Leverkusen, que foi a Kaiserslautern vencer por 1-0, com um golo de Sam.

Após uma derrota em Hoffenheim (1-0) e um empate em casa com o Mainz (1-1), os 80.000 espectadores presentes no Signal Iduna Park começaram a pensar mal da sua equipa quando o Dortmund permitiu que o Hanôver ficasse em vantagem aos 57 minutos, com um golo a Abdellaoue, após assistência de Sérgio Pinto.

Mas o jovem Mário Gotze redimiu a equipa, empatando o encontro dois minutos depois, para Lucas Barrios dar a vantagem de 2-1 aos locais aos 64 e bisar aos 73.

Aos 83 minutos, e já com o médio português Carlitos em campo, Grosskreutz aumentou para 4-1 a vantagem do Borussia de Dortmund, num jogo que deixou o clube em posição ideal para conquistar o primeiro título de campeão desde 2002.

A seis jornadas do final da época, a corrida por um lugar na Liga dos Campeões conheceu uma reviravolta, já que o Bayern de Munique subiu ao terceiro lugar (51 pontos), posição até agora ocupada pelo Hanôver (50).

O Bayern de Munique, que está a 14 pontos do líder e a sete do Leverkusen, luta por uma presença na elite europeia, mas nada está garantido, já que hoje sofreu para ganhar por 1-0 ao último classificado da Bundesliga, o Borussia Moenchengladbach.

O Werder Bremem, 11.º classificado, não foi além do empate 1-1 na deslocação a Estugarda, onde defrontou o 15.º da tabela.

A jornada fica ainda marcada pela interrupção do encontro entre o St. Pauli e Schalke 04, na sexta-feira, depois de um árbitro assistente ter sido atingido nas costas por uma garrafa de cerveja lançada das bancadas.

O incidente ocorreu quando partida caminhava para o final, numa altura em que o Schalke vencia por 2-0 e o St. Pauli estava reduzido a nove unidades: o árbitro assistente caiu após ser atingido, mas levantou-se rapidamente e dirigiu-se ao árbitro principal, que, após conversar com o colega, decidiu interromper o jogo.

Um homem de 43 anos, que nega ter lançado a garrafa da bancada, foi identificado e detido pela polícia, mas foi libertado mais tarde, ficando a aguardar uma decisão da procuradoria de Hamburgo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.