"Vamos recorrer", afirmou um porta-voz do Hamburgo, clube que também já "castigou" o jogador, aplicando-lhe a multa mais alta da história do clube, cujo valor se situa entre os 50 000 e os 100 000 euros.

A DBF puniu quinta-feira o jogador com cinco jogos de suspensão e uma multa de 20 000 euros, por ter atirado uma garrafa contra um espectador.

O incidente ocorreu quando Guerrero se encontrava a caminho dos balneários no empate entre o Hamburgo e o Hannover (0-0) e, perante os assobios do público, atirou com uma garrafa de plástico, acertando na cabeça de um adepto.

A DFB considerou que ficou provado que o jogador incorreu numa "agressão física contra um espectador, em resposta a uma provocação verbal".

Esta suspensão significa o fim de época para Paolo Guerrero, de 26 anos, e a procuradoria de Hamburgo já iniciou diligências contra o jogador, por agressão física.
O futebolista pediu oportunamente desculpas pelo incidente e disse que gostaria de falar com o adepto.

O Hamburgo qualificou-se quinta-feira para as meias-finais da Liga Europa, nas quais vai defrontar os ingleses do Fulham.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.