O Werder Bremen decidiu suspender todas as negociações para renovação de contratos com futebolistas, situação em que se encontra o internacional português Hugo Almeida, declarou o director desportivo Klaus Allofs ao diário alemão Bild.

“Na situação em que estamos não é oportuno falar de contratos. Retomaremos as negociações que estavam em curso quando a situação melhorar e quando começarmos a recuperar”, afirmou Allofs ao mesmo jornal.

Entre os jogadores com os quais decorriam negociações para eventuais renovações contratuais, constam, além de Hugo Almeida, o internacional alemão Torsten Frings, o defesa central Sebastien Boenish, todos com contratos que expiram no final da época, e os internacionais alemães Per Mertesacker e Tim Wiese, que ficarão livres em Junho de 2012.

Eliminado da Taça da Alemanha, quase a sê-lo na Liga dos Campeões, em 11.º lugar na Bundesliga, a 14 pontos do líder Borussia Dortmund, o Werder Bremen “navega a todo o vapor” para falhar os objectivos traçados no início da época em curso.

Os jogadores em causa poderão rumar a outras paragens, Hugo Almeida mantém contactos com o Valência, de Espanha, segundo a imprensa germânica, Mertesacker encara uma transferência para a Premier League, enquanto Frings manifestou no final de outubro o desejo de jogar nos Estados Unidos, caso o contrato com o Werder Bremen não seja prolongado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.