Um golo do holandês Wout Weghorts perto do final deu hoje a vitória ao Wolfsburgo em casa do Werder Bremen (1-0), em jogo da 30.ª jornada da Liga alemã, e colocou os visitantes no sexto lugar, de acesso europeu.

Foi preciso esperar até aos 82 minutos, com o ‘gigante’ holandês (1,97 metros) a desmarcar-se ao primeiro poste e a cabecear para o único golo do jogo, permitindo ao Wolfsburgo ultrapassar na classificação o Hoffenheim (7.º), que empatou no sábado.

O jogo, o quinto desde o regresso após a suspensão devido à covid-19 e uma vez mais, como ficou definido, sem adeptos, foi positivo para os visitantes, com a terceira vitória consecutiva fora, mas foi um novo pesadelo para o Werder Bremen (17.º).

A formação de Bremen somou o 12.º encontro seguido sem vencer em casa na Liga (nove derrotas e três empates desde 21 de setembro), e está com um ‘pé’ cada vez mais perto da segunda divisão, escalão em que, desde o início da Bundesliga, só esteve em 1981/82.

Após 30 jornadas, o Werder Bremen é penúltimo, com 25 pontos, menos três do que o Fortuna Dusseldorf, que no sábado empatou com o Hoffenheim, e seis do que o Mainz, que venceu fora o Eintracht Frankfurt.

Hoje, antes deste primeiro jogo de domingo, os jogadores do Werder Bremen e do Wolfsburgo ajoelharam-se no círculo central durante um minuto de silêncio, em mais uma iniciativa de combate ao racismo, depois da morte há quase duas semanas do afro-americano George Floyd e após um polícia pressionar-lhe o pescoço com o joelho durante cerca de nove minutos.

Um pouco depois, ao início da tarde, Union Berlim (13.º) e Schalke (10.º) empataram a 1-1, num jogo que prolongou as séries das duas equipas sem vencerem: os primeiros há sete jogos e os segundos há 12 jogos na Bundesliga.

Os futebolistas respeitaram um minuto de silêncio e ajoelharam-se também no relvado, num jogo em que o Union Berlim adiantou-se por Andrich, aos oito minutos, num lance de contra-ataque, e o Schalke empatou ainda na primeira parte, pelo lateral Jonjoe Kenny, aos 28, num pontapé de fora de área.

A jornada finaliza ainda hoje à tarde, com o Augsburgo a receber o Colónia.

A Liga alemã é liderada pelo Bayern Munique, equipa que caminha a passos largos para o seu oitavo título consecutivo e que no sábado venceu fora o Bayer Leverkusen, por 4-2, somando 70 pontos, mais sete do que o Borussia Dortmund (63) e 11 do que o Leipzig (59).

*artigo atualizado às 16h37 com mais informações

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.