A construção de um centro de estágio e de mais um campo relvado, para “descongestionar” o já “superlotado” Estádio Municipal do Porto Novo, constituem alguns dos desafios que se colocam ao futebol portonovense, nos próximos três anos.

Que o diz é o presidente da Associação Regional de Futebol em Santo Antão - Sul, Fernando Lima, que deve, esta sexta-feira, ser reeleito, pelos clubes filiados, para um segundo mandato, durante a assembleia-geral dessa associação.

Além da infraestruturação do futebol portonovense, com a construção do centro de estágio e de, pelo menos, mais um campo relvado, o líder associativo propõe, para o próximo mandato (três anos), a realização de uma taça inter-ilhas (taça Independência) e de um campeonato nacional de futebol feminino, além da aposta na formação de treinadores, dirigentes e árbitros.

“Pretendemos realizar, ao longo do próximo mandato, caso sejamos reeleitos, duas provas nacionais (o inter-ilhas e um campeonato nacional feminino), mas, também, defendemos a construção de um centro de estágio e mais campos relvados para esta região desportiva”, notou Fernando Lima.

A Câmara Municipal do Porto Novo admite a necessidade de se construir mais campos relvados e um centro de estágio em Santo Antão – Sul, tendo inscrito no seu plano de investimentos para 2016 o arrelvamento de dois campos de treinos.

Na primeira gala do desportivo, nesta região, que se realizou em Novembro, a edilidade portonovense apresentou o projeto de construção do centro de estágio do Porto Novo, projeto que a autarquia espera concretizar nos próximos anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.