O treinador da Académica do Mindelo, Carlos Machado, equipa que liderava o campeonato regional de futebol de São Vicente,  considerou hoje que   o cancelamento das provas desportivas, por causa da covid-19, foi uma “decisão acertada”.

Em declarações à Inforpress, o técnico português ressalvou, no entanto, que a decisão foi “ingrata” para o clube, futebolistas e equipa técnica, uma vez que a equipa se encontrava “a um passo” do título.

Por outro lado,  considerou que nessa situação, quando se trata de uma epidemia a escala mundial,”o mais importante é a vida humana”.

“Trata-se de uma epidemia mundial de fácil contágio e mais vale prevenir do que remediar, pois mais importante de qualquer desporto a vida humana deve prevalecer”, notou.

Por isso, sublinhou que foi uma “decisão acertada” porque se deve pensar “globalmente” em detrimento dos interesses particulares, nomeadamente dos clubes, futebolistas e treinadores.

“Cabo Verde não têm condições sanitárias para um regresso seguro ás competições, na ilha de Santiago neste momento é impossível”, observou Carlos Machado, apontando que agora cabe esperar pela decisão da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF).

A Académica do Mindelo liderava o campeonato com 23 pontos, mais um que o Batuque e três que o Mindelense, quando faltavam duas jornadas para o término da prova.

O Governo e as federações desportivas cabo-verdianas decidiram “por unanimidade” na última sexta-feira pelo cancelamento de todas as competições desportivas no plano nacional e internacional referente à temporada 2019/20 como medida de segurança sanitária dos agentes desportivos, particularmente dos atletas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.