O Al Ahly, do Egito, apurou-se hoje para a final da Liga dos Campeões Africanos de futebol, na qual pode defrontar o Zamalek, treinado pelo português Jaime Pacheco, ao vencer o Wydad, de Marrocos, por 2-0, na segunda mão.

Na verdade, o Al-Ahly já tinha vencido na primeira mão em Casablanca por 2-0 e a história desta segunda mão da meia-final, disputada no Cairo, ficou logo definida na primeira meia hora, quando a equipa egípcia fez dois golos, aos cinco minutos, por Marwan Mohsen, e aos 26, por Hussein El Shahart.

Com a eliminatória resolvida, o Al Ahly limitou-se a controlar o jogo e ainda marcou mais um golo, aos 59, por Yasser Ibrahim, com o Wydad a fazer o seu ponto de honra aos 82, por El Moutaraji.

O Al Ahly, que é o clube com mais títulos conquistados na competição, nada menos do que oito, quatro dos quais sob orientação do treinador português Manuel José (2001, 2005, 2006 e 2008), pode vir a encontrar na final outra equipa egípcia, o Zamalek, atualmente orientada pelo treinador português Jaime Pacheco.

Com efeito, o Zamalek está bem encaminhado para chegar à final, visto que venceu na primeira mão da outra meia-final o Raja Casablanca, em Marrocos, por 1-0 e vai agora receber este adversário no próximo dia 01 de novembro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.