A FIFA negou esta sexta-feira ter ameaçado o governo brasileiro com o cancelamento da Taça das Confederações à conta dos protestos no país.

«Até esta data, nem a FiFA nem o Comité Organizador Local discutiram qualquer possibilidade de cancelamento da Taça das Confederações da FIFA», pode ler-se no comunicado do organismo enviado à Agência Reuters.

Ao final da manhã, alguma imprensa inglesa, entre eles o site UOL Esporte, avançava com a notícia da ameaça da FIFA ao governo brasileiro presidido por Dilma Roussef.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.