Apesar da contrariedade de terem que substituir o guarda-redes logo aos 10 minutos, os locais foram quem mais fez pela vitória, adiantando-se aos 67 minutos, por Luís Carlos, permitiram a igualdade volvidos dois minutos, em golo de Santos, mas Ramazotti, também dois minutos depois, voltou a colocar os gilistas na frente.

Depois de uma primeira metade em que dominaram, mas sem qualquer sucesso, os gilistas foram mais objectivos na segunda parte e chegaram à vantagem aos 67, através de Luís Carlos.

A equipa visitante não se entregou e restabeleceu a igualdade dois minutos depois, num lance em que Santos aproveitou bem um lance de bola parada.

Numa fase de jogo bastante emotiva, a equipa de Barcelos acabaria por sentenciar o resultado aos 71 minutos, com um tento de Ramazotti, que correspondeu a uma assistência de Richard, autor também do passe que permitiu o primeiro tento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.