A actual direcção, presidida por Salvador Lourosa, admite ter de colocar um ponto final no seu futebol sénior, com os naturais prejuízos para o clube da Barrinha, e só continuar com os escalões de formação.

“Os apoios e patrocínios tardam em aparecer apesar dos vários contactos estabelecidos e na última assembleia-geral, realizada domingo, os sócios foram confrontados com a real situação do SC Esmoriz”, refere a fonte.

Nesse sentido, há já um movimento de apoio entre os sócios no sentido de apelar às forças vivas da cidade de Esmoriz para que o cenário mais negro – fim do futebol sénior - não se concretize ainda esta época.

Para agravar ainda mais a situação, a Junta de Freguesia de Esmoriz, proprietária do Estádio da Barrinha, cedido por 50 anos ao clube, comunicou que só assegurará o pagamento da luz e da água até final do ano.

A direcção, que irá voltar a reunir-se com os sócios em assembleia-geral a 01 de Agosto, considera esta situação “um bocado estranha” até porque a Junta de Freguesia de Esmoriz é a proprietária do Estádio da Barrinha.

Os dirigentes equacionam mesmo a hipótese de entregar as chaves do clube caso não consigam, durante esta semana e até à assembleia-geral, arranjar uma solução que viabilize a participação da equipa sénior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.