"Para mim, este é mais um jogo. Encaro-o com o máximo rigor e sempre com o objectivo de vencer", sublinhou Leonardo Jardim, acrescentando: “Para mim, pressão é trabalho”.

Natural da Madeira, Leonardo Jardim de 47 anos é o treinador mais jovem do futebol profissional, mas a idade não é factor de preocupação: "A competência não se mede pela idade, até porque não sou um treinador novo, pois tenho já uma carreira de oito anos".

Para Jardim, o mesmo se passa em relação aos clubes: "Não vejo grandes diferenças no profissionalismo, nem na maneira de trabalhar, apenas na atenção que têm por parte da imprensa”.

Todavia, o treinador traça objectivos claros a nível pessoal: "Se daqui a cinco anos não estiver na Liga, deixo de pensar no futebol a este nível e analiso outras opções para o meu futuro".

"A minha meta individual é estar aos 40 anos no escalão principal de futebol. Se tal não acontecer, para mim não vale a pena continuar esta minha aposta na carreira de treinador profissional”, acrescentou.

Quanto ao jogo com o Sporting da Covilhã, o treinador garantiu que a “táctica é simples: defender quando não temos a bola e atacar quando a tivermos, sendo que na nossa casa temos de vencer”.

O Beira-Mar e o Sporting da Covilhã abrem quinta-feira a edição 2009/2010 da Liga de Honra em futebol, num jogo marcado para as 20:15, no Estádio Municipal de Aveiro, com arbitragem do portuense Jorge Sousa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.