A próxima edição da Taça das Nações Africanas (CAN) de futebol conheceu hoje mais quatro apurados, com destaque para a Mauritânia, que se qualificou pela primeira vez para a fase final deste torneio.

O feito ficou a cargo do francês Corentin Martins, técnico que conseguiu qualificar o atual 104.º do 'ranking' mundial para a próxima edição da prova, que vai decorrer em 2019 nos Camarões.

Os mauritanos venceram quatro dos cinco jogos disputados nesta fase de qualificação, o último dos quais hoje, na receção ao Botsuana (2-1). Este resultado deixa a Mauritânia na liderança do grupo I com 12 pontos, mais três do que Angola, que ainda terá de esperar pela última jornada para tentar o apuramento.

Nesta jornada, a seleção angolana venceu o Burkina Faso, orientado pelo português Paulo Duarte, por 2-1 e subiu ao segundo lugar, mas terá sempre de vencer na última jornada, em casa do Botsuana, já que perde em caso de igualdade pontual com o Burkina Faso, que é terceiro a dois pontos dos angolanos e recebe a já apurada Mauritânia.

As restantes três equipas apuradas hoje são já habituais na competição africana.

A Argélia foi vencer claramente ao Togo por 4-1 e isolou-se na liderança do grupo D, enquanto a Guiné-Conacri e a Costa do Marfim já asseguraram as duas primeiras posições no grupo H e também vão estar na fase final.

Estas quatro seleções vão juntar-se a Marrocos, Nigéria, Uganda, Mali, Senegal, Madagascar, Tunísia e Egito no lote de equipas já apuradas, bem como aos Camarões, país organizador da fase final.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.