Angola está fora do CAN2015. Os "Palancas Negras" empataram em Luanda com o Gabão a zero bolas e disseram "adeus" à Taça das Nações Africanas. A turma do português Jorge Costa garante o apuramento com este empate, tal como o Burquina Faso que venceu fora o Lesotho por 1-0.

A precisar de vencer para continuar a sonhar com o apuramento, os comandados de Romeu Filemon apenas se podem queixar de si próprios, tantas foram as oportunidades de golo que desperdiçaram.

Depois de uma primeira parte dividida, com as duas equipas a procurarem o golo, no segundo tempo só deu Angola, que falhou demasiadas oportunidades.

No segundo tempo Romeu Filemon lançou Vunguidika, Ary Papel e Dolly Menga. Ary Papel mexeu com o jogo, fez estragos na defensiva contrária. Mas a saída de Fredy acabou por relevar-se importante já que Filemon ficou sem um dos elementos que mais desequilibrava. O extremo do Belenenses estava a ser um dos melhores em campo. Não se percebe a saída do jogador, principalmente porque Love Cabungula continuava em campo, embora só tivesse falhado golos feitos até ao momento.

Aos 60 minutos, Love Cabungula teve os golos nos pés após passe de Fredy mas atirou para fora. Aos 64 foi a vez de Fredy tentar o golo mas viu a barra negar-lhe os seus intentos. O lance nasce de um bom trabalho de Ary Papel, que tentou dar para Love, este não chegou a bola, que foi cortada por um defensor mas para os pés de Fredy. O avançado do Belenenses de Portugal atirou à barra.

O "festival" do desperdício continuou aos 77 minutos, num lance em que Vunguidika "roubou" o golo a Rudy, após passe de Ary Papel. O avançado não viu o seu colega que entrava nas costas. As chances de golo esgotaram aos 84, quando Love Cabungula rematou de cabeça, para fora, após canto de Job, quando tinha tudo para marcar.

O empate deixa Angola com cinco pontos, mais três que o Lesotho. O Burquina Faso com 10 e Gabão com nove já estão no CAN2015. Na próxima ronda Angola joga fora com o Burquina Faso para cumprir calendário.

Depois de ter estado nos CAN´s de 2006, 2008, 2010,2012 e 2013, os "palancas negras" falham a edição 2015 da prova maior do futebol africano.

Onze de Angola: Landu; Clinton da Mata, Bastos, Kussunga e Miguel; Jonathan, Gilberto, Rudy, Fredd e Job; Love.

Entraram ainda Ary Papel, Vunguidika e Dolly Menga, para os lugares de Gilberto, Miguel e Fredy

Onze do Gabão: Didier Ovono, Loyd, Ofoo, Kabi, Johan, Fedrick, Ibrahim, Andre, Romarik, Levy e Evona

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.