David Brooks, avançado internacional galês, revelou esta quarta-feira que lhe foi diagnosticado um linfoma de Hodgkin em estádio 2, doença que o irá afastar dos relvados por tempo indeterminado.

Brooks, de 24 anos, atacante formado no Mancester City e que chegou a representar a seleção de Inglaterra nas camadas jovens, deu a conhecer o problema que o afeta através das redes sociais, informando que irá iniciar os tratamentos à doença na próxima semana e aproveitando para agradecer todo o apoio que tem recebido.

"Esta é uma mensagem muito difícil de escrever para mim. Fui diagnosticado com um Linfoma de Hodgkin e vou iniciar o tratamento na próxima semana. Apesar de a notícia me ter deixado em choque, a mim e à minha família, o prognóstico é positivo e acredito que vou recuperar totalmente e voltar a jogar o mais breve possível", escreveu.

"Gostava de agradecer aos médicos, enfermeiros e funcionários que me têm estado a tratar pelo seu profissionalismo, carinho e compreensão durante este período. Quero agradecer a todos na Federação do País de Gales, porque, sem a rápida atenção da sua equipa médica podíamos não ter detetado a doença. Também gostaria de agradecer ao Bournemouth por todo o seu apoio e assistência nesta última semana", acrescentou.

O 'camisola 7' do Bournemouth, clube que milita atualmente no 'Championship', segundo escalão do futebol inglês, já vestiu por 21 vezes a camisola da seleção principal do País de Gales, tendo apontado dois golos. Esta temporada, até ao momento da paragem, levava três golos em nove jogos pelo clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.