O extremo argentino Ángel Di María, do Benfica, revelou hoje que vai deixar a seleção argentina de futebol com “um nó na garganta”, após a participação na Copa América de 2024, que será realizada nos Estados Unidos.

“A Copa América será a última vez que vou vestir a camisola argentina, com toda a dor na alma e com um nó na garganta. Despeço-me da coisa mais bonita que aconteceu na minha carreira. Vesti esta camisola, suei-a e senti-a com todo o meu orgulho”, escreveu o jogador dos ‘encarnados’, de 35 anos, nas redes sociais.

O internacional pela ‘albiceleste’ em 136 ocasiões deixou um agradecimento aos adeptos, família, amigos e companheiros de seleção, manifestando o desejo que continuar a fazer história.

Ao serviço da seleção argentina, Di María conquistou uma Copa América, em 2021, e um Mundial, em 2022.

A próxima edição da Copa América vai disputar-se nos Estados Unidos, entre junho e julho de 2024.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.