O Nápoles e a Atalanta não conseguiram melhor do que um nulo no jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Itália em futebol, adiando assim a decisão da eliminatória para a segunda mão, em Bérgamo.

Sendo duas equipas que fazem regularmente muitos golos – os napolitanos somam 43 e os de Bérgamo 45 na Serie A, registo só superado pelo Inter, com 49, e pela Roma, com 44 (em relação ao Nápoles) –, esperava-se justamente golos, mas nem um se viu para amostra.

A Atalanta foi a equipa que mais procurou o golo, que mais perto esteve de marcar, mas faltou eficácia na finalização para levar de Nápoles uma vantagem preciosa para a segunda mão.

O treinador do Nápoles, Gennaro Gattuso, poupou o internacional português Mário Rui, que não chegou a sair do ‘banco’.

As duas equipas voltam a defrontar-se em Bérgamo, no jogo da segunda mão, marcado para a próxima quarta-feira, dia 10 de fevereiro, a partir das 19:45, para lutarem por uma vaga na final, na qual poderão encontrar a Juventus, que venceu o Inter de Milão na primeira mão, por 2-1, com os seus dois golos marcados por Cristiano Ronaldo, ou a equipa de António Conte, que ainda tem ‘uma palavra a dizer’ na partida de Turim.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.