O selecionador nacional, Paulo Bento, segue a mesma linha de pensamento de Humberto Coelho e considera que «não é anormal o campeão da Europa sair do Grupo B». Mantém como «primeiro objetivo os quartos de final», «fosse quem fosse o adversário».

«A Alemanha tem mostrado ao longo da história que é uma seleção forte. É a que mais títulos europeus tem, é uma das equipas europeias com mais títulos mundiais, chega por norma às fases finais. Como tal, é uma seleção equilibrada, forte. Não nos retira pressão. Temos consciência do grupo onde estamos inseridos», afirmou durante a conferência de imprensa que decorreu na Casa da Música em Óbidos.

O treinador espera da equipa que «saiba jogar com todos os momentos do jogo» e que «não se limite ao contra-ataque». «Não nos podemos inibir de construir o nosso jogo», frisou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.