O diretor desportivo da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) considerou hoje que a Bósnia não era o adversário mais desejado para o "playoff" de apuramento para o Europeu2012, embora Portugal tenha a vantagem de efetuar o primeiro jogo fora.

«Não é o adversário que mais desejávamos, mas há a mudança em relação ao último confronto, que é a vantagem de disputarmos o primeiro jogo fora. Vamos enfrentar um ambiente muito difícil», disse Carlos Godinho, em declarações reproduzidas na TSF.

O dirigente federativo referiu que ainda vai falar com os seus responsáveis da Bósnia, mas disse acreditar que o encontro se disputará em Zenica, no estádio Bilino Polje.

«Penso que o jogo será em Zenica, onde jogámos há dois anos. Lembro-me que as condições não eram as melhores, o relvado era um pantanal», referiu Carlos Godinho, recordando-se do "playoff" que ditou a presença de Portugal no Mundial da África do Sul, depois de ter vencido a equipa bósnia por duplo 1-0.

Em relação ao embate em Portugal, Carlos Godinho disse que o palco do jogo ainda não está decidido, referindo apenas haver um entendimento inicial de que será em Lisboa, mas que a decisão deverá ser anunciada ao final da tarde de sexta-feira, após reunião de direção.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.