Nelson, lateral do Bétis, afirmou hoje que se sente «triste e injustiçado» pela sua ausência da lista dos 23 convocados de Paulo Bento para o Euro2012 de futebol, mas garantiu que «nunca» irá criticar o selecionador português.

«Posso assegurar que nunca sairá da minha boca uma crítica ao selecionador nacional. Sinto que é uma grande injustiça não ir ao Euro2012, mas sinto-me injustiçado pelo futebol, não pelo selecionador, que foi a pessoa que me levou, de novo, à seleção. Ele sabe que lhe estou grato e que continuarei disponível sempre», afirmou Nelson, citado pela sua assessoria de imprensa.

O lateral de 28 anos considerou que teve uma época de «alto rendimento e de grande nível» na «melhor liga do Mundo», mas lamentou que isso não tenha sido suficiente para convencer Paulo Bento.

«Sentia que podia ir ao Euro2012, sentia que teria essa alegria, depois de tudo o que me aconteceu este ano. Suportei a dor da minha lesão, do desaparecimento do meu pai e acreditei que teria, pelo menos, esta alegria. Pelos vistos ainda não chega de sofrimento. Sinto que foram dois anos de trabalho e de sofrimento que foram deitados ao lixo», disse.

Na segunda-feira, Paulo Bento anunciou os jogadores que vão representar Portugal no Euro2012, que decorre de 8 de junho a 1 de julho na Ucrânia e na Polónia, tendo deixado de fora Nelson e optado por chamar Miguel Lopes, do Sporting de Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.