O diretor de operações da organização polaca da fase final do Campeonato da Europa de futebol, de 8 de junho a 1 de julho, disse hoje que esperava mais da Ucrânia, co-organizadora do evento em que Portugal participará.
Wojciech Folejewski afirmou que "esperava mais" da Ucrânia, em que se regista atrasos na construção de estádios, hotéis e outras infraestruturas.
Citado pela Associated Press, o responsável referiu que o maior problema é o alojamento e sublinhou que a Ucrânia será pressionada para atentar ao fluxo de adeptos da Alemanha, Holanda, Espanha e Dinamarca.
No entanto, Folejewski acentuou que a "determinação" ucraniana permitirá resolver as questões a tempo do evento, que considerou "uma grande aventura e desafio".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.