As figuras de Bordalo Pinheiro que integram a Rota Bordaliana vestem, até domingo, a camisola de seleção nacional, numa manifestação de apoio da câmara das Caldas da Rainha à equipa das quinas.

“As figuras de Bordalo Pinheiro simbolizam o povo português e considerámos que através da Rota Bordaliana poderíamos manifestar o apoio da autarquia e da população à nossa seleção”, disse o vice-presidente da câmara das Caldas da Rainha, Hugo Oliveira, à Agência Lusa.

A rota é composta por duas dezenas de figuras criadas por Rafael Bordalo Pinheiro, reproduzidas à escala humana e espalhadas por vários pontos da cidade, recriando o percurso que o artista fazia entre a estação do caminho-de-ferro e a fábrica.

Das figuras que integram a rota, vestem hoje e domingo a camisola de seleção nacional o Zé Povinho, o Padre, a Ama-de-Leite, a Saloia e o Polícia.

A par com as camisolas, Zé Povinho e o Padre ostentam também uma bandeira nacional. Já a Saloia, a Ama-de-leite e o Polícia acrescentaram ao novo visual cachecóis com as cores da equipa. Dois gatos gigantes completam as figuras que demonstram o apoio das Caldas da Rainha à seleção, também eles de cachecol, num dos casos sobre o dorso e, no outro, atado ao rabo.

A nova indumentária das figuras bordalianas “só não é o equipamento oficial da equipa porque as camisolas não tinham elasticidade suficiente para as conseguirmos vestir nas figuras”, que medem cerca de metro e meio de altura.

Porém, ressalvou o vereador, “comprámos as camisolas oficiais, da Federação Portuguesa de Futebol”, um investimento de cerca de 200 euros que, “acreditamos ser uma aposta na vitória da seleção”.

As figuras de Bordalo vão ostentar as camisolas e adereços com as cores de Portugal até ao final do jogo com França, no domingo, em Saint-Denis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.