Pablo Fornals, Carlos Soler, Brais Méndez e Rodrigo Moreno foram hoje chamados por Luis Enrique Martínez para "completar os treinos nos próximos dias" da seleção espanhola de futebol, no seguimento do teste positivo à covid-19 de Sergio Busquets.

A decisão, hoje anunciada em comunicado pela federação espanhola (RFEF), pretende precaver "as possíveis consequências" do positivo do capitão do FC Barcelona, nomeadamente a necessidade de substituir vários jogadores na 'Roja', que na terça-feira fará o seu último jogo de preparação, contra a Lituânia.

Os quatro que agora chegam à Cidade do Futebol em Las Rojas, Madrid, ficarão "dentro de uma bolha paralela" aos demais jogadores, treinando-se à parte do conjunto, já que se teme a possível existência de mais casos no grupo principal.

O comunicado acrescente que Fornals (West Ham United), Soler (Valencia) Brais Méndez (Celta) e Rodrigo (Leeds), ex-jogador do Benfica, não são os únicos que ficam 'na calha' para entrar na seleção, se necessário, já que depois do jogo contra a Lituânia "um pequeno grupo, ainda por confirmar" se incorporará na seleção, nas condições dos anteriores.

Os agora chamados "treinarão em horas diferentes e em nenhum caso se misturarão com os outros", adianta a RFEF, apesar de todos os outros jogadores terem tido resultado negativo no último teste.

A Espanha recebe em Sevilha os jogos do grupo E do Euro2020, jogando no dia 14 com a Suécia, em 19 com a Polónia e em 23 com a Eslováquia.

O Euro2020, que foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19, realiza-se em 11 cidades de 11 países diferentes, entre 11 de junho e 11 de julho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto